Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Medo

por Regina da Cruz, em 12.10.13

Este fado é maravilhoso e Júlio Resende teve o cuidado de usar esse tesouro que é a voz de Amália de forma sublime. Magnífica homenagem. Amália, imortal.

Quem dorme à noite comigo?

É meu segredo, é meu segredo!

Mas se insistirem, desdigo.

O medo mora comigo,

Mas só o medo, mas só o medo!



E cedo, porque me embala

Num vaivém de solidão,

É com silêncio que fala,

Com voz de móvel que estala

E nos perturba a razão.



Que farei quando, deitado,

Fitando o espaço vazio,

Grita no espaço fitado

Que está dormindo a meu lado,
 Lázaro e frio?



Gritar?
Quem pode salvar-me


Do que está dentro de mim?

Gostava até de matar-me.


Mas eu sei que ele há-de esperar-me

Ao pé da ponte do fim.

Letra: Reinaldo Ferreira
Música: Alain Oulman

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Posts mais comentados





Calendário

Outubro 2013

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031


Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D